Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

Estudante condenado por agressão a Meyniel pede retirada de tornozeleira. Entenda!

Segundo a defesa do estudante, Yuri teve uma grave infecção no tornozelo causado pelo equipamento de monitoramento

A defesa do estudante de medicina Yuri de Moura Alexandre, condenado a 2 anos e 8 meses de prisão em regime semiaberto por lesão corporal e injúria homofóbica contra o ator Victor Meyniel, entrou com um pedido de retirada de tornozeleira eletrônica, alegando que o equipamento teria provocado uma grave infecção no tornozelo do agressor.

Ao portal LeoDias, o advogado de Yuri, Lucas Oliveira explicou o motivo de ter pedido a petição de retirada da tornozeleira eletrônica.

“A menção da crise de pânico que ele tem está no processo desde a época em que ele ficou preso, mas esse pedido [o mais recente], foi porque ele teve uma infecção. A médica que foi atendê-lo, quando verificou o tornozelo disse que não era uma simples infecção, então ela teve que arrancar [a tornozeleira eletrônica], porque o local que estava não tinha como continuar, pois ficaria passando e machucando mais ainda a região e impossibilitando que realizasse as limpezas que tinham que fazer. Ele precisou cortar a pele, teve que fazer uma série de coisas. Então a petição foi para notificar o juiz que teve uma interrupção do monitoramento por essa razão, mas ele permaneceu onde estava e já está com a tornozeleira de volta no pé”, explicou.

“Yuri teve uma infecção no tornozelo devido ao atrito da tornozeleira com um corte, então foi preciso remover para desinfecção e limpeza. Então informamos ao juiz o ocorrido, mas ele já está devidamente monitorado”, enfatizou o advogado de defesa do agressor do ator Victor Meyniel.

A condenação
O estudante de medicina Yuri de Moura Alexandre foi condenado na última quarta-feira (17/4) a 2 anos e 8 meses de prisão por lesão corporal e injúria homofóbica contra o ator Victor Meyniel.

Segundo o G1, o juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal, do Tribunal de Justiça do Rio, determinou que a pena poderá ser cumprida no regime semiaberto, ou seja, Yuri poderá deixar a cadeia durante o dia, mas terá que retornar à noite.

O magistrado também negou que a sentença seja revertida em outras medidas, já que houve grande violência. A defesa do estudante poderá recorrer da decisão.

O caso
A agressão aconteceu no dia 2 de setembro de 2023, em um prédio em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Victor Meyniel e Yuri tiveram um encontro e foram para o apartamento do estudante de medicina. Eles discutiram durante o encontro e a situação terminou com agressões cruéis contra o ator.