Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

Famosos vítimas de inteligência artificial: Especialista explica como se proteger

Portal LeoDias conversou com um especialista sobre como proteger contra fraudes criadas por IA

O jornalista Pedro Bial, no dia (19/1) , revelou que foi vítima de uma propaganda enganosa criada por inteligência artificial. Além dele, Ana Maria Braga, Dráuzio Varella, Luciano Huck, Marcos Mion, Sandra Annenberg e William Bonner também foram vítimas da mesma fraude de falsificação por IA. Pensando neste assunto, o portal LeoDias conversou com um especialista de tecnologia sobre como se proteger dessas fraudes.

O especialista em Tecnologia e Sistemas de Informação pela UFF, Alexandre Pinto, comentou o porquê desses casos de fraudes usando IA aumentarem entre os famosos. “Com o avanço das tecnologias de Inteligência Artificial temos visto um número crescente de “/deep fakes”/, que é o uso de IA para captura da imagem, áudio e vídeo das pessoas e criação de vídeos muito reais, mas que não foram produzidos por estas pessoas. Golpistas têm escolhido pessoas famosas porque tem o objetivo de convencer a quem está assistindo sobre algum assunto.”

Alexandre explica que é difícil se prevenir desses crimes por conta do fato de o excesso de informações disponíveis na internet confundir os internautas. “É muito difícil se prevenir dessas fraudes, pois todas as pessoas que tem foto, áudio ou vídeos publicados estão de certa forma disponibilizando matéria-prima para a criação desses conteúdos. Quanto mais conteúdo disponível maior a chance do deep fake ser mais bem feito.”

Quando a pessoa for vítima, ela pode recorrer a Delegacia de Crimes Cibernéticos. “Infelizmente, nos dias atuais, as fraudes tem sido recorrentes e em ritmo crescente. Ainda há uma discussão jurídica grande sobre de quem é a responsabilidade e para quem recorrer para se proteger. Então, ao descobrir que foi vítima de uma deep fake o mais recomendado é procurar uma delegacia de crimes na internet, além de avisar ao dono da rede social que está propagando que o vídeo falso é buscar reparação”, finaliza.

Veja as fotos

Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução