Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

Hickmann contesta ordem para penhora de bens e cita ex como responsável por dívidas

Apresentadora manifestou-se em nota

Ana Hickmann, através de seus advogados, manifestou-se sobre a ordem de execução, emitida na quarta-feira (7/2), pela 16ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo, que exige que a apresentadora e o ex-marido, Alexandre Correa, quitem uma dívida de mais de R$ 800 mil no prazo de três dias, com a possibilidade de penhora caso a decisão não seja cumprida.

De acordo com o comunicado, até o momento, não foi recebida intimação oficial sobre o caso. A defesa pontua que está em curso uma investigação sobre uma série de dívidas adquiridas durante o período em que Alexandre Correa era responsável pela administração da empresa.

“O trabalho de uma perícia técnica e renomada está sendo desenvolvido desde novembro de 2023, onde foram elaborados consistentes pareceres que estão sendo anexados aos autos na medida em que são concluídos”, diz a nota.

Além disso, a defesa ressaltou que foram apresentados ao inquérito documentos suspeitos, que indicavam possíveis irregularidades, os quais estão sendo investigados pelas autoridades policiais. A equipe jurídica da apresentadora da Record disse ainda que provas consistentes das acusações foram apresentadas, porém, estão sob segredo de justiça.

Veja o comunicado na íntegra:

A defesa de Ana Hickmann esclarece que não recebeu intimação sobre o caso, até o momento. Uma série de dívidas adquiridas enquanto Alexandre Correa era responsável pela administração da empresa está sendo apurada.

O trabalho de uma perícia técnica e renomada está sendo desenvolvido desde novembro de 2023, onde foram elaborados consistentes pareceres que estão sendo anexados aos autos na medida em que são concluídos.

Outros documentos de origem duvidosa, que indicavam possíveis irregularidades, foram anexados ao inquérito, para que sejam devidamente investigados pela polícia. Foram apresentadas ao inquérito provas consistentes das acusações, que correm sob segredo de Justiça.

Veja as fotos

Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução