Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

Médico explica a morte de João Carreiro após cirurgia cardíaca de 12h: “Fatalidade”

O cantor morreu na noite de quarta-feira (3/1), após o procedimento cirurgico

A notícia da morte de João Carreiro, aos 41 anos, abalou o meio sertanejo na noite de quarta-feira (3/1). Nesta quinta (4/1), em coletiva de imprensa, o médico cardiologista do Hospital do Coração, Jandir Gomes, onde o artista estava internado, falou sobre as complicações sofridas pelo cantor.

O especialista caracterizou a morte do artista como uma fatalidade. João passou 12 horas em cirurgia cardíaca antes de vir à óbito.

“Foi uma fatalidade, infelizmente o João entrou para estatística de cerca de 3% de pacientes que morrem em cirurgias cardíacas”, relatou.

Segundo o médico, a morte foi ocasionada por mais de uma causa. Ele tinha uma condição cardíaca chamada de prolapso da válvula mitral (PVM). De acordo com o especialista, o anel da válvula mitral do artista estava calcificado e ele tinha um prolapso com uma degeneração que pode ter acontecido durante anos.

“A maior parte dos casos de prolapso nas pessoas é assintomático. Prolapso é um afrouxamento da válvula (do coração), que até 10% da população têm e precisa tratar. No caso do João, pode ter sido um problema desde a infância, que foi evoluindo ao longo da vida. Ele tinha um prolapso, que é uma doença estrutural no coração. O coração dele já não era normal, o órgão já tinha uma dilatação fora do comum”, explicou Jandir Gomes.

Segundo o cardiologista, João também teve febre reumática, que afeta a válvula do coração. Depois das 12 horas de cirurgia, o coração do cantor teve uma falência e não conseguiu retomar os batimentos normais.
 

De acordo com Jandir, a falência não deve ser confundida com uma parada cardíaca.

Veja as fotos

Foto: Maressa Mendonça/TV Morena
Foto: Maressa Mendonça/TV Morena
Leo Dias
Leo Dias
Leo Dias
Leo Dias
Leo Dias
Leo Dias