Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

Favorita a ganhar BBB Argentino é diagnosticada com leucemia dentro do reality

Ela revelou que não vai deixar a competição

A saúde da favorita a ganhar o Gran Hermano (Big Brother da Argentina), Juliana “Furia” Scaglione, de 33 anos, foi destaque no programa nessa segunda-feira (22/4). Após ter uma infecção urinária e passar por alguns exames, ela recebeu o diagnóstico de leucemia, um câncer no sangue, dentro do reality show.

Dentro do programa argentino os exames que ela fez se mostraram “preocupantes”. Diante do quadro, foram realizados novos testes que constataram a leucemia. Ela revelou a notícia para os colegas de confinamento: “Gente, eu tenho leucemia e não é brincadeira, não é piada”.

Mesmo com o diagnóstico de câncer no sangue, Juliana vai continuar no Gran Hermano. Ela explicou: “Eu tenho leucemia no estágio um. Não preciso tratá-la, apenas tirar sangue todos os meses. Pode ser que aos 40 anos eu tenha estágio três e estaremos ferrados”. Os médicos também a tranquilizaram e garantiram sua continuidade no reality.

 “Perguntei o que tenho que fazer e é o que eu faço: um estilo de vida saudável, não fumo tanto, não posso treinar como treinava, ou seja, não posso ser um atleta de alto rendimento. Só preciso tirar sangue”, continuou a favorita.

O apresentador do programa leu o relatório médico, destacando que no momento ela não “necessita de tratamento específico, mas necessita de acompanhamento médico mensal que inclui exame laboratorial”.

Furia acredita que desenvolveu esse quadro por tudo o que aguentou da família, raiva e mágoas que não perdoou ao longo da vida. Ela reconheceu que precisa se libertar e se curar. A mãe de Juliana morreu devido a um câncer em 2019 e o pai faleceu há um ano e meio. Os lutos renderam desentendimentos entre ela e os irmãos, passando por sérias dificuldades financeiras. Ela falou que ficou “sem ter o que comer”, pois tinha que pagar as dívidas do pai.

Veja as fotos

Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução