Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

Sete acusados de sequestrar Marcelinho Carioca se tornam réus na Justiça de SP

O ex-jogador foi mantido em cativeiro ao final do ano passado

Marcelinho Carioca, famoso ex-jogador e ídolo do Corinthians, recebeu a notícia que os homens que o mantiveram em cativeiro se tornaram réus e vão responder na Justiça de São Paulo. Segundo a PM, quatro criminosos foram presos em flagrante e outros três estão foragidos, com prisão preventiva decretada.

O fatídico sequestro ocorreu no dia 17 de dezembro, em Itaquaquecetuba, Grande São Paulo, quando o ex-jogador e Taís Alcântara, amiga do jogador, foram sequestrados e mantidos em cativeiro, sendo libertados no dia seguinte, pela PM.

Prisão aos criminosos

Dos sete acusados, quatro (dois homens e duas mulheres) foram presos em flagrante e continuam detidos: Jones Santos Ferreira, Wadson Fernandes Santos, Eliane de Amorim e Thauanna dos Santos.

Outros três acusados (dois homens e uma mulher) são procurados pela polícia: Matheus Eduardo Candido Costa, Caio Pereira da Silva e Camily Novais da Silva.

A prisão preventiva de todos foi decretada, que é quando o meliante fica encarcerado à espera do julgamento. O Ministério Público de São Paulo denunciou o grupo por diversos crimes, como associação criminosa, receptação, roubo, extorsão mediante sequestro e lavagem de dinheiro.

A Divisão Anti Sequestro (DAS) é quem está cuidando do caso e a suspeita é que 10 pessoas tenham participado do crime, porém apenas sete acusados se tornaram réus inicialmente e a Justiça determinou que a DAS apresente mais provas do envolvimento dessas outras três pessoas investigadas. Por este motivo, não decretou as prisões delas.

Marcelinho e Taís foram resgatados pela Polícia Militar após denúncias anônimas levarem os agentes públicos ao local do cativeiro em Itaquaquecetuba. Em um vídeo divulgado pelo programa Fantástico, da Globo, é possível ver quando os policiais resgatam os dois, com Marcelinho, embrulhado a um lençol, chorou e abraçou um dos agentes.
 

Veja as fotos

Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução