Chrystian, da dupla com Ralf, morre aos 67 anos Hospital divulga causa da morte do cantor Chrystian
Chrystian, da dupla com Ralf, morre aos 67 anos Hospital divulga causa da morte do cantor Chrystian

Outro adolescente mata os pais, desta vez a marteladas, e incendeia quarto com corpos

Discussão familiar leva a tragédia em Jacarepaguá; adolescente confessa crime

          Um adolescente de 16 anos foi apreendido na noite de quinta-feira (23/5), em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, após assassinar seus pais a marteladas e incendiar o quarto onde dormiam, segundo o jornal O Globo. Este é o segundo caso similar somente nesta semana.

          O crime ocorreu por volta das 22h e, de acordo com a investigação da Delegacia de Homicídios da Capital, foi desencadeado por uma discussão familiar. O adolescente, em depoimento, afirmou que a tragédia teve início quando ele se recusou a ir à escola, alegando que precisava descansar para uma aula de jiu-jitsu. Os pais, contrários à falta às aulas, teriam insistido para que ele fosse à escola, o que culminou na violenta reação do jovem.

          Veja as fotos

          Caso Rio: Casa em Jacarepaguá onde adolescente matou os pais (Foto: Reprodução/O Globo)
          Adolescente mata os pais a marteladasCaso Rio: Casa em Jacarepaguá onde adolescente matou os pais (Foto: Reprodução/O Globo)
          Caso SP: Família do adolescente
          Caso SP: Família do adolescente
          Caso SP: Local do crime
          Caso SP: Local do crime

          Após cometer o duplo homicídio com um martelo, o adolescente saiu para lanchar com um amigo, retornando em seguida à residência localizada na Estrada da Ligação. Ao voltar, ele ateou fogo no quarto do casal, localizado no segundo andar da casa. Paradoxalmente, foi o próprio jovem que acionou a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros para relatar o incêndio.

          O adolescente está sob custódia, e o caso segue sob investigação, deixando a comunidade em choque com a brutalidade do ocorrido e levantando questões sobre a crescente violência entre jovens.

          Segundo caso da semana

          Um adolescente de 16 anos foi apreendido na madrugada da segunda-feira (20/5) após confessar ter assassinado seu pai, mãe e irmã em Vila Jaguara, Zona Oeste de São Paulo.

          O jovem usou a arma de fogo do pai, membro da Guarda Civil Municipal de Jundiaí, para cometer o crime na sexta-feira (17/5), motivado pela raiva de ter seu celular confiscado pelos pais adotivos. O adolescente ligou para a Polícia Militar na noite de domingo (195) para se entregar. Os corpos dos familiares, encontrados em decomposição, apresentavam marcas de tiros.