Chrystian, da dupla com Ralf, morre aos 67 anos Hospital divulga causa da morte do cantor Chrystian
Chrystian, da dupla com Ralf, morre aos 67 anos Hospital divulga causa da morte do cantor Chrystian

Suspeito de chefiar sequestro e execução de ator da Record é preso pela polícia no RJ

Segundo a DHBF, as investigações sobre o caso continuam

Nesta terça-feira (5/3), agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam Sérgio Felipe da Silva Santos, terceiro suspeito de participação no latrocínio do ator Edson Caldas Barboza na cidade de Queimados, no Rio de Janeiro. Sérgio foi apontado como chefe do grupo responsável pelo crime.

Nesta operação, o homem também foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito após os agentes encontraram um revólver calibre 38 com a numeração suprimida e uma granada na casa em que estava.

Na última semana, dois integrantes da quadrilha foram presos por equipes da DHBF e uma arma de fogo, usada no crime, foi apreendida. Eles foram identificados como Jairo Inácio Correia e Renan Calixto de Lima.

Segundo a DHBF, as investigações sobre o caso continuam para analisar eventual participação de outras pessoas no crime.

Relembre o caso

No início de fevereiro, o ator Edson Caldas Barboza, da Record, de 29 anos, foi vítima de latrocínio. De acordo com as investigações, Jairo Inácio Correia e Renan Calixto de Lima atraíram Edson para um encontro sexual em Engenheiro Pedreira, também na Baixada.

Ao chegar no local, Edson foi roubado e obrigado a realizar transferências bancárias para a conta de um dos criminosos.

Depois disso, foi amarrado e colocado na mala de seu próprio carro e levado para um matagal próximo ao Rio Guandu, em Seropédica, onde, segundo a polícia, foi executado.

Os autores do crime fugiram, levando seu veículo, que posteriormente foi encontrado com marcas de tiro e sangue em Queimados, município vizinho.

Veja as fotos

Reprodução
Reprodução
Tags: