Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

Tenha calma! Jogador do Corinthians agride membro da arbitragem e é expulso

A agressão viralizou na internet e o atleta teve de pedir desculpas publicamente

O Corinthians não está em boa fase, com mais uma derrota e protestos da torcida, o ambiente turbulento se refletiu dentro de campo, com uma atitude totalmente destemperada de Raul Gustavo, atleta do Timão. O zagueiro acertou uma bofetada no árbitro assistente em meio a partida, levando o cartão vermelho e despertando várias críticas.

O episódio bizarro aconteceu na noite da última terça-feira (23/4), durante o confronto pela Copa Sul-Americana entre Corinthians e Argentinos Juniors, na Argentina. Raul Gustavo chegou para a cobrança de um lateral, quando se envolveu em uma confusão com o adversário e no momento que o assistente foi separar a briga, levou um empurrão e um tapa que acabou acertando o rosto.

Depois da expulsão infantil, o treinador Antônio Oliveira precisou fazer mudanças contra a sua vontade e acabou perdendo fôlego para buscar o empate, resultando na derrota do Timão por 1 a 0 – o Corinthians é o segundo de seu grupo na Sul-Americana e está há quatro jogos sem marcar um gol.

Simplesmente Raul Gustavo.

🎥 Reprodução/ESPNpic.twitter.com/Vm4zNA0EbI

— Mundo da Bola (@mundodabola) April 24, 2024

Pedido de desculpas
O zagueiro Raul Gustavo foi às redes sociais para reconhecer seu erro e pedir desculpas à torcida, além de detalhar a sua versão sobre o lance, relatando que não tinha intenção de agredir o assistente, apenas se desvencilhar, “mas infelizmente fiz isso da pior maneira possível e mereci a expulsão”. Veja a declaração completa:

“Tenho a consciência de que errei e acabei prejudicando a minha equipe em uma partida que era fundamental para o Corinthians. Peço desculpas aos meus companheiros, comissão técnica e a todos os torcedores, mas principalmente ao bandeira da partida

Em momento algum, minha intenção foi de agredir. Eu tentava me afastar dele (bandeirinha), mas infelizmente fiz isso da pior maneira possível e mereci a expulsão. Vou seguir trabalhando e me dedicando cada dia mais para ajudar o clube da melhor maneira possível, porque é o clube que me abriu as portas e é o clube que eu tanto amo”.

Histórico desfavorável
Não foi a primeira polêmica envolvendo agressão do zagueiro Raul Gustavo. Em 2019, após partida entre Corinthians e Flamengo pela semifinal do Brasileirão sub-20, o atleta agrediu o goleiro rubro-negro com um soco forte no rosto, causando uma briga generalizada.

Na ocasião, Raul também pediu desculpas a “meus adversários, meus companheiros de equipe, torcedores e a todos que entristeci com essa atitude” e alegou não ter “como explicar a decisão que tomei no calor de um momento de aflição”.

O que esse moleque fez no final do vídeo é COVARDIA.

Nessa idade, a punição tem que ser severa.

Futebol não tem lugar pra MARGINAL. pic.twitter.com/PqkeSwmD2I

— Fla Buteco (@FlaButeco_) November 17, 2019