Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

Especialistas explicam diagnóstico e cirurgia realizada por Eliezer

O portal LeoDias conversou com a médica mastologista, Dra. Mariana Rosário e o cirurgião plástico Dr. Rodrigo Mangaravite

Recentemente o ex-BBB Eliezer, pai da pequena Lua e esposo de Viih Tube, revelou nas redes sociais que realizou a cirurgia de Ginecomastia, o que surpreendeu e causou curiosidade em internautas que desconheciam o problema. Para falar sobre essa condição que causa desconforto e afeta diretamente a autoestima dos homens, o portal LeoDias conversou com a médica mastologista, Dra. Mariana Rosário e o cirurgião plástico Dr. Rodrigo Mangaravite. 

“A ginecomastia é o aumento da glândula mamária do homem, o homem tem um pouquinho de glândula mamária, mas é bem pouco e ela pode, por interferência de algumas alterações, aumentar e aparecer. As causas mais comuns são, primeiramente, distúrbios hormonais, às vezes o homem que ganha peso muito rapidamente, que aumenta muito o tecido adiposo e acaba produzindo mais estradiol e aumenta essa mama. Uso de drogas, uso de anabolizantes, tratamentos hormonais errôneos também podem acontecer, distúrbios de tireoide, alterações hepáticas, alguns tipos de tumores, então tudo isso tem que ser investigado quando você pega um homem com ginecomastia”, explicou a mastologista, Dra. Mariana Rosário, membro do corpo clínico do hospital Albert Einstein. 

Sobre os sintomas e tratamento da condição, a especialista destacou: “Sintomas é o crescimento da mama no homem, geralmente a mama do homem é bem pequenininha e ela cresce repentinamente. Pode ter dor também, tem homens que têm bastante dor, inclusive”.

“Tem cura, na verdade a cura é a retirada, a gente faz a cirurgia, então dependendo do grau dessa ginecomastia, o único tratamento é a cirurgia, se ela já está muito grande. Agora, se é uma doença inicial, uma alteração inicial, que a gente pode tirar, por exemplo, o fator causador, se esse paciente está usando droga e para de usar, se esse paciente está usando algum tipo de anabolizante e para esse uso, às vezes eu tenho a diminuição e existem alguns inibidores hormonais que a gente pode usar também para esse tratamento”, completou ela, sobre o tratamento mais recomendado. 

A cirurgia

Para explicar como é a cirurgia de Ginecomastia realizada por Eliezer, o portal LeoDias conversou com o cirurgião plástico Dr. Rodrigo Mangaravite, que explicou com detalhes em que casos é indicado o procedimento cirúrgico, se há restrições, como é o pós operatório e se a cirurgia é uma solução definitiva para o problema. 

Segundo o médico, o procedimento cirúrgico é recomendado: “Quando há um desconforto estético do paciente, em alguns casos onde a ginecomastia é glandular, pode ser muito doloroso”.

“Pode ser realizado com anestesia local e sedação, o resultado já é bem nítido nos primeiros dias, porém o paciente precisa de um repouso na primeira semana após o procedimento e se afastar de suas atividades físicas por um período de 3 a 4 semanas. O procedimento tem um resultado definitivo, pois o tecido é removido da região”, declarou o médico.