Preso, pastor fazia rituais de sexo e engolia sêmen de fiel para curar gastrite Outro lar, novos vizinhos: como está a vida de Dado em casa separada de Wanessa Melody assume seu primeiro namoro. Saiba quem é o rapaz! Manoel Carlos revela por que nunca deu um papel de Helena para Lilia Cabral
Preso, pastor fazia rituais de sexo e engolia sêmen de fiel para curar gastrite Outro lar, novos vizinhos: como está a vida de Dado em casa separada de Wanessa Melody assume seu primeiro namoro. Saiba quem é o rapaz! Manoel Carlos revela por que nunca deu um papel de Helena para Lilia Cabral

Clubes fazem tour pelo Brasil durante Estaduais, irritam times locais e geram polêmica

Flamengo é o principal alvo das críticas e também o maior viajante

O modelo único dos Estaduais no futebol brasileiro tem perdido a atratividade e os “grandes” decidiram ir além da margem de seus estados, disputando partidas por todo o Brasil e nacionalizando os campeonatos estaduais. Muitos ficam eufóricos pela oportunidade rara de ver seus ídolos, mas também há o questionamento sobre o sucateamento do futebol local em prioridade dos “forasteiros”, o que vem gerando muitas polêmicas.

O Flamengo é quem mais aproveita o Campeonato Carioca para viajar pelo Brasil, tanto que em quatro jogos, passou por quatro estados. O Vasco já foi até Brasília para enfrentar o Bangu, depois até Uberlândia (MG) e o Botafogo até a cidade do Gama, no Distrito Federal, para enfrentar o Nova Iguaçu.

Tours pelo Brasil

As principais escolhas para viagens, é onde o futebol local não está entre os mais bem cotados, mas que conta com praças esportivas de grande porte, esse é o caso principalmente de Brasília (DF), onde está localizado o Mané Garrincha, segundo maior estádio do Brasil e ponto preferido dos clubes cariocas – nenhum time do DF está sequer na terceira divisão desde 2013.

Outro grande estádio com duelos frequentes de clubes “forasteiros” é a Arena da Amazônia, em Manaus – local onde o Flamengo enfrentou o Audax Rio, pelo Cariocão, no último dia 17 de janeiro. O futebol no estado nortista está mais avançado que a Capital Federal, com o Amazonas sendo o atual campeão da Série C, disputando a Série B, mas ainda novo e com baixa torcida.

Para os torcedores locais, é a oportunidade de uma vida, principalmente de lugares mais afastados, como Natal (RN), Belém (PA) e a própria Manaus (AM), capitais distantes do pólo Sul-Sudeste.

Uma pesquisa da CNN/Itatiaia/Quaest, mostra que o Flamengo tem a maior torcida do Brasil também por ser o “segundo time” de moradores do Norte e do Nordeste, regiões onde o futebol local confronta em popularidade com os times do Sul-Sudeste, principalmente Rio de Janeiro e São Paulo. Clubes do chamado G12 (grupo dos clubes mais populares do Brasil), como o Vasco, Fluminense, Botafogo, São Paulo, Palmeiras e o Corinthians, também mantém um alto número de torcedores nessas regiões.

Polêmicas locais

Em locais com clubes mais populares e de torcidas maiores, o questionamento bateu forte pela “andança” dos clubes cariocas. No Pará, onde Remo e Paysandu protagonizam uma das maiores rivalidades do Brasil, o principal estádio da capital Belém chegou a ser fechado para jogo do Cariocão, desalojando o Papão e levando o técnico do clube a xingar o clube carioca: “que se dane o Flamengo”.

Na Paraíba, o presidente do Campinense, um dos clubes mais populares do estado, chegou a chamar uma partida do rubro-negro de “jogo ridículo”. 
 

Veja as fotos

Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução
Reprodução