Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

Rei Charles deseja renovação de contrato de Netflix com Harry e Meghan. Entenda!

Segundo especialista em família real, Rei Charles quer que Harry e Meghan se mantenham distraídos para diminuir chances de falarem da família real

          De acordo com o que o especialista em família real, Richard Fitzwilliams, disse ao The Mirror nesta quinta-feira (30/5), Rei Charles deseja que o filho Harry e a esposa dele, Meghan, renovem o contrato com a Netflix. A razão? Mantê-los ocupados.

          “Após a entrevista deles (Harry e Meghan) para Oprah, o primeiro documentário para a Netflix e a biografia de Harry, Spare, é inegável que Charles e William perderam a confiança no casal de Sussex. Eles falaram bastante sobre a realeza, ganharam atenção por isso, mas o tempo passou”, começou a justificar Fitzwilliams.

          Veja as fotos

          Harry e Meghan
          Harry e Meghan
          Reproduçãp/Instagram
          Reproduçãp/Instagram
          Rei Charles visitando o hospital
          Rei Charles visitando o hospital

          “Agora eles têm conteúdos sendo produzidos sobre culinária e polo, mas como a Netflix não produz mais The Crown (série que retrata historicamente a família real), é natural que perca a atenção em Harry e Meghan”, explicou

          Dessa forma, segundo Richard Fitzwilliams, Charles espera que ocorra a renovação contratual do compromisso, que se encerra em 2025, para manter o casal de Sussex ocupado e assim evitar que eles possam voltar a expor a família real.

          “Se eles perderem o contrato, e com a instituição de caridade recebendo poucas doações, assim como o novo empreendimento de Meghan não tem dado certo, eles podem ter problemas financeiros. Ainda que expor a realeza não tenha enchido os bolsos, eles seguem em uma lista notória de celebridades nos Estados Unidos”, justificou Fitzwilliams.