Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

Presidente dos Estados Unidos sanciona lei que pode banir TikTok do país

Joe Biden pede que o aplicativo seja vendido a uma nova controladora até janeiro de 2025

        O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou um projeto de lei nesta quarta-feira (24/4) que ameaça o TikTok. Com a medida assinada, o aplicativo pode ser proibido no país.

        Há o pedido para que a plataforma de vídeo se desvincule da controladoria chinesa ByteDance, forçando-a a encontrar uma nova “dona” para continuar funcionando nas terras norte-americanas.

        Veja as fotos

        Ceo do TikTok  Shou Zi Chew
        Ceo do TikTok Shou Zi Chew
        Joe Biden / TikTok
        Joe Biden / TikTok

        A controvérsia dos Estados Unidos com o aplicativo é desde 2020. Existe uma preocupação de que o TikTok esteja coletando “dados confidenciais” dos usuários americanos, que chegam a 170 milhões, e os repasse ao governo chinês, o que seria um risco à segurança nacional.

        O projeto de lei assinado por Biden pede que a controladora do TikTok, a ByteDance, venda a plataforma dentro de 270 dias (janeiro de 2025). Não fazer isso resultaria em proibição total nas lojas de aplicativos dos EUA e nos serviços de hospedagem na internet que a suportem.

        Em contrapartida, o TikTok se pronunciou através de seu CEO, Shou Chew, que disse em vídeo publicado na plataforma: “Fiquem tranquilos: não vamos a lugar nenhum. Estamos confiantes e continuaremos lutando pelos seus direitos nos tribunais”. “Os fatos e a Constituição estão do nosso lado e esperamos que prevalecerão”, acrescentou.

        Devido a todos os trâmites legais, a proibição direta do aplicativo no país ainda pode demorar cerca de um ano. Até lá, o TikTok funciona nos Estados Unidos tranquilamente.