Ao vivo
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
Pai debocha de filha com paralisia e é acusado de maus-tratos: “Largar em orfanato” Ex-cunhada de Safadão acusa mãe do cantor de ameaça e ela rebate: “Tudo mentira”
portal Leo Dias 1 ano
vaidebet

John Textor, dono do Botafogo, é suspenso e multado em R$ 100 mil

A decisão do STJD deixa o gestor do alvinegro afastado das partidas

          O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) suspendeu John Textor por 45 dias e estabeleceu uma multa de R$ 100 mil por conta das ofensas e acusações do dirigente em entrevista logo após a partida entre Palmeiras e Botafogo, quando invadiu o campo para reclamar da CBF e da arbitragem.

          Efetivamente, a punição tem apenas 17 dias a serem cumpridos, pelo dirigente já ter cumprido parte da pena no ano passado. Esse é o primeiro dos três casos julgados pelo STJD, que ainda vai levar para julgamento o caso no qual Textor foi requerido para apresentar provas, além das queixas de clubes citados pelo estadunidense.

          Relembre o caso

          Em uma noite de quarta-feira (1º/11/23), o tão esperado confronto entre os líderes do Brasileirão – Botafogo e Palmeiras – aconteceu com expulsão, polêmica e sete gols no estádio Nilton Santos.

          Depois do alvinegro abrir 3 a 0, a reação verde veio no segundo tempo e o lance polêmico que fez o Botafogo perder Adryelson desestabilizou o clube carioca, errando um pênalti logo em seguida, que veio acompanhado do empate e a virada com um gol no último lance.

          Segundo John Textor, o lance que gerou a expulsão do zagueiro botafoguense não deveria sequer ser revisado pelo VAR: “O mundo todo viu, isso não é cartão vermelho. Ele (Adryelson) pegou a bola primeiro. Não tenho certeza nem se foi falta. Mas não é cartão vermelho, ele mudou o jogo”, disse o gestor, que então soltou a língua para falar da arbitragem e até de Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF:

          “Isso é corrupção, isso é roubo. Por favor, me multa, Ednaldo, mas você precisa renunciar amanhã de manhã. É isso que precisa acontecer. Esse campeonato se tornou uma piada”, declarou o americano.

          Ednaldo Rodrigues não deixou barato e entrou com processo por calúnia e difamação, que corre no âmbito criminal. Na esfera desportiva, o STJD “entrou em campo”, com ação que suspendeu o dirigente, porém, após recurso, o julgamento foi adiado e teve sua definição nesta sexta (26/4), com a suspensão e multa de Textor.

          Veja as fotos

          John Textor invadiu o gramado e detonou a CBF em entrevista. Foto: Reprodução
          John Textor invadiu o gramado e detonou a CBF em entrevista. Foto: Reprodução
          As acusações de Textor se baseiam principalmente no lance que gerou a expulsão de Adryelson. Foto: Reprodução
          As acusações de Textor se baseiam principalmente no lance que gerou a expulsão de Adryelson. Foto: Reprodução
          Endrick foi o grande nome do jogo, que teve uma das maiores viradas do futebol brasileiro. Foto: Reprodução
          Endrick foi o grande nome do jogo, que teve uma das maiores viradas do futebol brasileiro. Foto: Reprodução